quem é Christian Beyer?

Dr. Christian Beyer

• Formado na Faculdade de Cirurgia Dentária em Estrasburgo 1987
• Tese de Doutorado em 1988 (Estrasburgo)
• Formação em Homeopatia em 1988 em Paris (França)
• Exerceu profissionalmente de 1986 a 1989 em Estrasburgo (França)
• Exerceu profissionalmente de 1989 a 2002 em VersPontdu Gard (França).
• Fundador e Instrutor em Psiconeurodontología (Decodificação Odontológica) desde 2001

• Palestrante em países como França, Itália, Bélgica, Espanha, México, Argentina, Uruguai, Peru, Equador e Colômbia desde 2002.

• Autor de 9 livros sobre Psiconeurodontologia editados com Chariot d’Or, Granchet edições e em nome do autor. Três livros traduzidos para o espanhol. (A maioria de suas obras são em francês, com duas obras traduzidas para o espanhol, uma para o italiano e outra para o argelino.

Compartilha por muitos anos o encontro com nossos dentes através dos olhos do coração e uma compreensão sintética dos diferentes níveis humanos.

Afirma que todas as exposições teórico-práticas da Decodificação Dental são adequadas.O início de sua jornada em direção ao que ele é hoje foi totalmente casual. Tudo começou na manifestação inesperada em uma cárie.

 

Durante seu terceiro ano de carreira, um dos pacientes a que ele atendia tinha cáries estranhas: eram simétricas!

Ele deduziu que se seu primeiro molar superior direito estava afetado em sua superfície oclusal, o primeiro molar superior esquerdo estava afetado no mesmo local e na mesma face. Não havia mais que uma diferença de tamanho pela data de início. E nada nos permite explicar que os “micróbios” saltem de um dente para outro sem antes passar pelo dente ao lado, então o contágio parecia seletivo. O caso é que, à procura de mais explicações, o Dr. Beyer entrou no campo das chamadas medicinas alternativas, práticas “heréticas” para a ortodoxia. Em sua busca por respostas adquiridas conhecimentos de Psicologia, Neurologia, Acupuntura, Neuropsicologia, Homeopatia, Medicina Tradicional Chinesa e Antropologia entre outras metodologias.